Empreendedorismo: Nichos Mais em Alta Para Mulheres

Mulheres empreendedoras são uma realidade e uma explosão nos negócios

Artigo publicado por Fernanda Guimarães nas categorias: Beleza, Comportamento

As mulheres já ganharam o mercado de trabalho há anos, apesar do salário ainda ser sensivelmente menor que o salário masculino, as lutas para a igualdade no mercado não cessam. E não é apenas como funcionárias que as mulheres conseguiram sucesso, mas também como empresárias. O crescimento de nichos que ganham a atenção feminina também faz crescer as oportunidades para mulheres investir no mercado financeira. Além disso, muitos nichos podem ser explorados pelas mulheres e crescem com sucesso por características que culturalmente se associam à mulheres, como o uso da intuição e de cuidados quase maternais nos negócios.

mulher no mercado de trabalho

Tecnologia

Segundo a revista PEGN, as mulheres influenciam cerca de 57% das compras em tecnologia. São as mulheres que utilizam mais os aparelhos que mais são trocados, que possuem menor vida útil, tais como câmeras e aparelhos celulares. Os homens usam mais aparelhos de longa vida útil, principalmente computadores.

A influencia feminina no segmento abre uma área importante para o investimento por mulheres, pois se investem mais em uma área, as pessoas buscam mais identificação com pessoas parecidas com elas, vender a ideia de trabalhar com as clientes pode ajudar nos negócios. Um exemplo de algo parecido que funcionou é o Magazine Luiza, criado pela empresária Luiza Trajano, que conquistou suas clientes principalmente pela ideia de proximidade com o consumidor, utilizando métodos de crédito e crediário, derrubando a concorrência, pois atualmente é uma das maiores lojas no seu segmento.

Carros

As mulheres são a maioria das compradoras de novos automóveis no Brasil, com 55% das vendas realizadas anualmente, o mesmo acontece nos Estados Unidos (dados segundo a revista PEGN), mas a forma da mulher se relacionar com os carros é muito diferentes da forma com que os homens se relacionam. Abrir um caminho para estudo disso já é uma oportunidade de negócio, outra é dar atenção prioritária as nem tão novas clientes.

Há alguns anos a Fiat entrou em parceria com  O Boticário e lançou uma versão de um carro, que era vendido principalmente para mulheres, atendendo a esse novo público alvo, colocando itens de série na nova versão que teoricamente atenderiam aos desejos que as consumidoras sentiam falta nos carros comuns.

Outro exemplo de investimento inteligente no segmento é uma oficina mecânica em Ceilândia – DF, criada por uma mulher, que decidiu atender às necessidades de mulheres, além de personalizar o visual e até incluir um salão de beleza para esperada, a empresária fez questão de excluir do seu negócio o preconceito pela compreensão mecânica das mulheres, após ser enganada por um mecânico que não a explicou direito o problema com seu carro.

esteticista

Maternidade

Há alguns anos houve um boom de mães-empresárias, principalmente no Brasil. É fácil explicar o porque esse nicho dá certo quando administrado por mães, com a sua experiência elas conseguem perceber as limitações no mercado e aplica-las em seus negócios. Por exemplo, se há casos de alergia a algum produto, as mães saberão antes de  grandes empresários.

Assim como nos outros segmentos, conquistar o consumidor através da proximidade é uma carta na manga das mulheres que investem no segmento.

Fernanda Guimarães

Autora

Fernanda Guimarães é apaixonada pela área de relacionamento, sexualidade & amor. Tem ajudado milhares de mulheres a encontrarem o homem ideal através de suas dicas de atração, sedução e conquista!



Comente!




*Campos obrigatórios